7 batalhas pessoais para conciliar a vida profissional e familiar

Reconciliação é o verdadeiro teto de vidro das mães hoje. O grande risco do conflito entre trabalho e vida pessoal é caer em vitimização e culpa: sinta-se vítima do sistema, da empresa, da sociedade ... É pensar que, como as coisas são, não há escolha a não ser falhar em uma das duas áreas ou desistir de uma delas. Vitimização na negação de habilidades pessoais e o começo do que pode terminar em uma depressão.

Depois de aconselhar durante 25 anos executivos seniores de mais de 400 empresas de quase cinquenta países, Luis Huete, professor do IESE e professor convidado de Harvard e Thunderbird, e autor do livro Construa seu sonho, destina-se a pessoas com ambição com uma receita interessante para Gerencie seus sonhos de forma eficaz.


Huete propõe uma estratégia integrada para alcançar o sucesso no campo pessoal e profissional. A premissa inicial é clara: o sucesso é mais duradouro se os sonhos pessoais e os sonhos de trabalho forem gerenciados simultaneamente. 

Você mora ou trabalha? 7 batalhas para alcançar o equilíbrio pessoal e profissional

1. Deseja tanto conquista pessoal quanto sucesso profissional
Devemos ambicionar as duas conquistas e ao mesmo tempo. Não um quando o outro é alcançado. É mais fácil ter sucesso profissionalmente do que pessoalmente. No entanto, sem qualidade humana, pouco é alcançado nas relações pessoais. Por outro lado, todos conhecemos pessoas com um forte desequilíbrio pessoal que tiveram sucesso profissional. A satisfação íntima que a realização pessoal dá é mais intensa e mais estável que a profissional. Portanto, o verdadeiro desafio humano é conciliar o sucesso em ambas as facetas. A maneira mais inteligente de conseguir isso é tornar a realização pessoal a prioridade sobre a realização profissional.


2. Alimente com inteligência as necessidades emocionais
Existem quatro desejos básicos (necessidades emocionais) que movem o comportamento das pessoas e que você precisa alimentar diariamente.
A primeira é que você tem que alimentar o desejo de segurança, certeza, conforto, controle. Mas isso não significa evitar dificuldades. Você tem que aprender a viver sem medo, saber enfrentar riscos, etc.
O segundo desejo é a necessidade de variedade. É o desejo de mudança, surpresa, desafio. O tédio e a apatia são alguns mecanismos de alerta para essa necessidade emocional. Para fazer isso, você precisa estabelecer objetivos e desafios, aspirar a ser mais culto, ter interesse nas coisas.
O terceiro precisa ser nutrido é a singularidade, do destaque. É um desejo legítimo como os outros, mas pode ser administrado de uma maneira pouco inteligente, por exemplo, por ser depreciativo, criticar os outros, etc.
O quarto desejo é a conexão, a partilha, a aceitação. As pessoas que aprendem a viver sem medo, a desafiar a si mesmas, a valorizar seu papel na vida e a sentirem-se próximas aos outros, acabam produzindo uma enorme energia em suas vidas. Não é uma boa idéia fazer a medida do sucesso pessoal: o dinheiro que é ganho, a posição que é ocupada, os relacionamentos que são alcançados ou a imagem que se tem. Quando as pessoas estão emocionalmente mal alimentadas em seus locais de trabalho ou em suas vidas pessoais, dois resultados são produzidos: por um lado, o que é feito é rejeitado internamente, trabalho ou família, ou ambos, e isso, por sua vez, provoca uma reação de frustração pessoal.


3. Crescimento pessoal
É o segredo para fazer contribuições valiosas em atividades profissionais e ambientes pessoais. O sucesso profissional e pessoal está em fazer coisas que são valorizadas pelos outros e que aumentam a demanda que alguém teria no mercado para produzi-las. Bem, para fazer contribuições valiosas, a chave está no desenvolvimento pessoal.

4. Mecanismos de defesa para gerenciar conflitos
Conflitos bem administrados são sempre uma alavanca para o aprimoramento pessoal e, portanto, para uma contribuição de médio prazo. É uma falácia pensar tanto que o equilíbrio trabalho-vida estará isento de grandes conflitos e que qualquer mecanismo de defesa é, em si mesmo, benéfico. Os conflitos entre a vida pessoal e profissional têm que ser gerenciados com mecanismos de defesa maduros, truques que as pessoas usam para afastar esse foco de nós.As seguintes dez mecanismos de defesa maduros são:
Conheça-se melhor (Qual faceta do meu personagem é o que está estragando as coisas?);
Razão (quebre a grande bola de neve);
Antecipar e antecipar;
Mova o conflito de foco: lazer saudável (para evitar chegar à área de estresse ruim, você precisa relaxar);
Reduza a carga emocional e de dramatizar;
Sentido do humor (saiba rir de si mesmo);
Altruísmo e espírito de serviço (busque o bem dos outros);
Ascetismo (como uma tentativa de trocar prazer imediato por uma gratificação posterior de uma ordem superior;
Dê significado e propósito ao conflito (Qualquer circunstância pode ser positiva, você pode aprender alguma coisa, as coisas acontecem para o bem de uma);
Controlar o foco a interpretação e atuação (os conflitos são uma fonte de melhoria pessoal).

5. Disciplina para melhorar relacionamentos
Existem três níveis de relacionamento aos quais se pode aspirar. De pior para melhor são os seguintes:
Nível 1: quando esse relacionamento é puramente para receber o que se quer. O relacionamento é mantido desde que atenda aos meus propósitos.
Nível 2: quando a reciprocidade é esperada. É dado para receber. A imparcialidade é esperada e, se não houver, a relação é quebrada.
Nível 3: quando uma parte concorda em atender às necessidades da outra parte sem necessariamente esperar algo em troca.Num nível mais alto de relacionamento, as satisfações podem ser encontradas.

6. Concentre-se no dia a dia sem esperar por um golpe de sorte.
A melhor alavanca para mudar o curso dos acontecimentos são as decisões tomadas a partir deste momento sobre a reconciliação entre trabalho e vida. A falácia com a qual podemos nos enganar é que temos que sacrificar o presente para optar por um futuro melhor, que virá na forma de um processo natural. Você não pode pensar que é hora de se esmagar, deixar sua pele por alguns anos, sacrificar o que você precisa a curto prazo e tudo isso para uma idéia um pouco vaga de recompensa para o futuro.

Gerar um futuro atraente consiste em visualizar o conteúdo desse futuro. Cada um tem que fazer uma série de perguntas futuras: o que eu quero alcançar na minha vida pessoal? Que contribuições de valor podem contribuir na minha vida pessoal como no profissional? Que recompensa na vida eu gostaria de receber?

7. Alcançar mais abundância interior e exterior
É uma grande falsidade pensar que há pouco que as pessoas possam fazer para alcançar mais abundâncias em suas vidas. As três variáveis ​​que iniciam o sistema de progresso pessoal são: "como penso e em que acredito"; "como eu olho para a realidade" e "como interpreto subjetivamente as coisas ao meu redor". Um dos conflitos entre vida pessoal e profissional é não ter tempo para tudo. Portanto, devemos alcançar uma maior produtividade no uso do tempo (eliminar, simplificar e combinar). Devemos criar em ambas as áreas um número similar, em número e intensidade, memórias afetuosas e recompensadoras.

Vídeo: Mensagem 08 - Romanos (5) - A obediência da fé


Artigos Interessantes

Ford Mondeo: salto premium

Ford Mondeo: salto premium

O Mondeo chega à sua quarta geração e, depois de vender mais de quatro milhões e meio de unidades, torna-se salão de representação, pela qualidade e inovações técnicas.A Ford escolheu as estradas de...

Higiene: bons hábitos para crianças e bebês

Higiene: bons hábitos para crianças e bebês

Durante os primeiros anos de vida, as pequenas rotinas que cercam nossos filhos são assimiladas por si mesmas e estão se tornando, pouco a pouco, um costume que elas mesmas quererão manter amanhã. Um...