Os benefícios de maternidade estão isentos do pagamento do imposto de renda

Boas notícias para as famílias espanholas! O Supremo Tribunal é a causa desta novidade de que muitos agregados familiares podem beneficiar: "o benefícios Os benefícios públicos para a maternidade recebidos da Previdência Social estão isentos do imposto de renda pessoal ".

Uma novidade que responde à decisão do Superior Tribunal de Justiça de Madri, de junho de 2017, que estimou o recurso de uma mulher e ordenou ao Tesouro que devolvesse o montante inscrito no IRPF de 2013 para o benefício para a maternidade com uma taxa para a Segurança Social recebida no referido ano.

Possibilidade de reivindicar

O julgamento da Suprema Corte não beneficiará apenas as famílias que solicitarem essa ajuda no futuro. Todas as famílias que tiveram que pagar mais por esses benefícios, podem reivindicar à Hacienda quantidade. Embora isso sim, a prudência é recomendada, pois cada caso é diferente e cada individualidade será levada em conta antes de se proceder a este retorno.


A primeira coisa que deve ser levada em conta antes recuperar Este reembolso do IRPF é o tempo que passou desde que a declaração foi feita ao Tesouro em questão. Todos eles prescrevem após quatro anos, ou seja, apenas aqueles domicílios que tiveram um filho desde 2014 e enviaram esta documentação em 2015 serão considerados elegíveis para receber esse dinheiro pago por mais.

Sem dúvida, esta medida trará grandes benefícios para os lares espanhóis. Você só precisa analisar os dados do Ministério do Trabalho que indicam que 120.000 mulheres Eles aceitaram essas ajudas no primeiro semestre deste 2018.

Auxílios para a maternidade

Quais são os benefícios que uma mãe recebe na Espanha? Nunca é demais conhecer os direitos, já que a Previdência Social lembra o seguinte:


O benefício econômico consiste em um subsídio, cujo valor diário será igual a 100% do atual IPREM diário, com as seguintes exceções:

- Se a base regulatória diária, equivalente à estabelecida para o benefício de TI derivado de contingências comuns, for de menor valor, ela será tomada.

- No caso dos trabalhadores a tempo parcial, se a base regulamentar diária, resultante da divisão da soma das bases de contribuição creditadas durante o ano anterior ao evento causal entre 365, fosse de montante inferior, esta será tomada.

- O subsídio poderá ser reconhecido, por meio de deliberação provisória do INSS, com a última base de contribuição registrada nas bases de dados corporativas do sistema, desde que a base de contribuição derivada de contingências ordinárias do mês anterior ao início do mês não esteja incluída nas referidas bases. Resto ou permissão, momento em que, a resolução final será emitida com o recálculo do subsídio correspondente.


A base regulamentar será atualizada nos seguintes casos:

- Quando há um aumento na base de contribuição, como resultado de um aumento nos salários em virtude de uma disposição legal, acordo coletivo ou decisão judicial, que leva seus efeitos de volta a uma data anterior ao início da licença de maternidade. Neste caso, se a base regulatória for maior do que a atual IPREM, ela será usada para determinar o valor do subsídio.

- Nos casos em que a última base de contribuição registrada nas bases de dados do sistema foi usada para calcular o subsídio, e subsequentemente se verifica que ela não coincide com a base de contribuição para contingências comuns do mês anterior à do início da autorização ou descanso.

Damián Montero

Vídeo: MEI - Aposentadoria acima do salario minimo


Artigos Interessantes

Parabenos, um perigo para a saúde?

Parabenos, um perigo para a saúde?

"Sem parabenos, corantes ou óleos minerais". Muitas empresas ostentam esse rótulo em seus produtos, ostentando ser mais saudáveis ​​e não prejudiciais à saúde. Mas o que é verdade nisso? Novos...

Além do Bachillerato

Além do Bachillerato

Uma das principais preocupações das famílias é escolha qual Bacharelado é o ideal para seus filhos entre a oferta variada que existe. Decidir entre um Bacharel em excelência, um Bacharelado...