O abuso de novas tecnologias prejudica a inteligência das crianças

Novas tecnologias vieram para ficar, isso é um fato que não escapa de ninguém. Enquanto esses dispositivos e conexões trouxeram muitas facilidades para nossas vidas, eles também os trouxeram problemas derivado de seu uso. Normalmente, essas conseqüências negativas estão mais relacionadas ao abuso desses produtos, conforme indicado pelo estudo ecoado pela Lancet.

Uma investigação que se concentrou em verificar as conseqüências que o uso de novas tecnologias tem para o desenvolvimento da inteligência. Uma relação que indica que o abuso das telas pode acabar fazendo com que os menores não tenham um correto desenvolvimento dentro deste terreno.


Movimento de 24 horas: evite o vício tecnológico

Para verificar se o abuso de novas tecnologias teve algum efeito no desenvolvimento de novas tecnologias nos mais jovens, os autores deste estudo escolheram uma amostra de 4.500 crianças americanas. Todos eles tiveram que colocar em prática as indicações dadas pelo plano canadense chamado Movimento 24 horas. Esta lista de tarefas valorizava ações como rotinas de sono entre 9 e 11 horas e pelo menos 1 exercício por dia.

Este plano também indicou que, no máximo, as crianças devem dedicar duas horas ao entretenimento na frente das telas. Depois de seguir essas recomendações, as crianças tiveram que demonstrar seu desempenho intelectual por meio de uma série de testes. Aqueles menores que dedicaram mais de 120 minutos As novas tecnologias mostraram resultados piores nesses testes.


Pelo contrário, as crianças que aproveitaram ao máximo as recomendações deste plano de ação obtiveram melhores pontuações. Jeremy Walsh, autor principal deste estudo, indica a importância de cuidar da "saúde intelectual" dos pequenos. Uma missão para a qual o tempo de uso de novas tecnologias e o número de horas de sono é de grande importância.

Dois temas que têm muito relacionamento se levarmos em conta que o abuso de novas tecnologias significa que à noite os jovens ficam pendurados em suas telas em vez de adormecer. Além disso, o uso desses dispositivos faz com que a mente acorde ao invés de entrar na fase de Relaxamento que é necessário para alcançar o descanso.

Uso correto de novas tecnologias

Ensinar como usar as novas tecnologias corretamente ajudará, por um lado, a tirar o máximo proveito desses dispositivos e, por outro lado, a evitar problemas relacionados ao abuso. Estes são alguns dicas para ensinar essas habilidades:


- Estabelecer regras acordadas com as crianças para navegar na internet. É necessário deixar claro aos mais pequenos que na Internet encontrarão coisas boas e más e que por isso devem assumir normas para evitar estes perigos. Refletir sobre a utilidade desses padrões.

- Permitir apenas a navegação quando houver um adulto em casa. O computador deve estar em um espaço comum em casa, onde um adulto supervisiona pessoalmente a atividade dos pequenos.

- Nunca forneça informações pessoais. Se qualquer site solicitar um telefone, endereço ou qualquer outra informação que permita a localização do menor, nunca deve ser oferecido através destas plataformas online.

- Internet nunca à noite. O uso da Internet deve ser feito durante o dia e à noite, à noite é importante descansar e, em qualquer caso, socializar com a família.

Damián Montero

- Como proteger as crianças dos perigos da internet

- Quase um milhão de jovens em risco de vício em internet

- Crianças e novas tecnologias: como aproveitar seu potencial de aprendizado

- Internet segura: informe-se com seus filhos

Vídeo: Melhor Documentário Sobre a Maconha - Legendado PT/BR


Artigos Interessantes

O que comer durante a amamentação

O que comer durante a amamentação

Após o nascimento e com a chegada do bebê, chega um momento chave na vida da mulher: amamentação. Este período é o de maior exigência nutricional, porque através da mãe está alimentando outro ser...