Vícios em adolescentes, como ensiná-los a apostar em um estilo de vida saudável

Pressão social, curiosidade, rebelião, muitas são as razões pelas quais um adolescente pode começar a beber ou fumar. Uma decisão que, no final, é revelada como uma má ideia com múltiplas consequências para a pessoa. Se em alguma pessoa o consumo de alcool ou um cigarro afeta a saúde, no caso dos jovens, ainda a ser desenvolvido, o efeito é ainda maior.

Apostar em um estilo de vida mais saudável é sempre recomendado. Para fazer os adolescentes entenderem que o consumo de alcool e o tabaco é uma má idéia e é sempre melhor, outros tipos de atividades são melhores, é a missão de todo pai. Rocío Molina Prado, psicóloga do Centro de Dependência de Drogas de Arganzuela, oferece essas dicas para alcançar esse objetivo.


Normalização de consumo

Prado adverte que o principal problema no momento é que nos últimos anos tem havido uma tendência a normalização destas substâncias na população adolescente. Dessa forma, um modelo de consumo juvenil aparece como uma forma de relacionamento social, lazer e realização pessoal.

O consumo de adolescentes nunca deve ser visto como um rito de transição desde a infância até a fase adulta, mas como um problema de saúde pública que está atingindo níveis "epidêmicos". A juventude é um período da vida que apresenta características específicas. Do ponto de vista psicológico, é um estágio com tendência a experimentar e minimizar o perigo relacionado a uma percepção da capacidade de controle sobre a realidade.


Alguns exemplos que mostram que o consumo de álcool é nocivo em adolescentes são os seguintes:

- Perda de peso.

- Hipertensão

- tosse crónica.

- rouquidão.

- Alterações de memória de curto prazo.

- Julgamentos inadequados.

- absenteísmo escolar.

Programa infantil saudável

Molina Prado propõe o Programa Criança Saudável para conter o consumo dessas substâncias em adolescentes. Entre as ações recomendadas estão as seguintes:

- Insistir no perigo do fumante passivo, já que, por um lado, as crianças que recebem a fumaça inspiram substâncias nocivas e, por outro, vêem o tabaco como um produto atraente.

- Criação de uma atmosfera de proximidade com o adolescente. Se os pais criam um ambiente seguro em casa, onde as crianças se sentem seguras e confiam em seus pais, elas podem falar com mais confiança sobre esses riscos e ensinar estilos de vida mais seguros.


- Apostar em estilos de vida mais saudáveis ​​desde a infância, presença de esporte nos momentos de lazer. Uma prática com dupla finalidade, por um lado, rotinas mais saudáveis ​​são ensinadas e, por outro, o link mencionado na seção anterior é criado.

Damián Montero

Vídeo: Ganhar na Loteria Pode Vir a Ser o Seu Pior Pesadelo!


Artigos Interessantes

Famílias grandes, todos os descontos e bônus

Famílias grandes, todos os descontos e bônus

A lei espanhola entende que um a família é numerosa da terceira criança, distinguindo entre famílias grandes de natureza geral (até quatro crianças) e aquelas de uma categoria especial (mais de...

Truques para que as crianças lavem as mãos

Truques para que as crianças lavem as mãos

A higiene é um dos ensinamentos mais importantes que devemos transmitir aos nossos filhos. E a chave para alcançá-lo é o hábito, a repetição. .Lavar as mãos Será sua primeira incursão autônoma no...