Como evitar o bullying no retorno à escola

O De volta à escola. Os exames, trabalhos de casa, comentários de texto, reuniões com amigos no recesso, etc., voltam. Mas, infelizmente, muitas outras questões voltarão a ocupar as manchetes e causar grande preocupação entre os pais. Um exemplo é o bullying, uma questão que continua a ser o cotidiano de muitos estudantes e que tem uma importante ferramenta de prevenção na educação.

Educação e conscientização que não devem ser realizadas apenas na escola. Aproveite os dias antes do De volta à escola lidar com essa questão com os mais jovens é uma excelente ideia, seja para evitar que as crianças tirem sarro de outras pessoas ou participem dessas práticas abusivas, seja para denunciá-las, seja com testemunhas ou se estiverem envolvidas eles como vítimas.


A importância da empatia

A empatia é o primeiro valor que deve ser transmitido e fortalecido no retorno à escola. Colocar-se no lugar do outro é muito importante para evitar o bullying. Saiba como eles se sentem companheiros Ajudará os alunos a evitar incomodar outros colegas, compreendendo a situação em que podem envolver outras crianças da mesma idade.

Ao mesmo tempo, a empatia irá ajudá-los a aprender que, no caso de um assédio escolar que estão a testemunhar, devem chamar a atenção dos alunos. autoridades relevantes. Assim como se estivessem envolvidos em uma situação semelhante, como vítimas, eles gostariam de receber ajuda ou alguém para ajudá-los, alertando sobre esse contexto, eles deveriam responder da mesma maneira.


O valor da empatia também ajudará outros recém-chegados à escola a serem integrados e não ser isolado do resto dos companheiros. Lembrar às crianças que houve um tempo em que elas não tinham amigos na escola e o que custou para chegar a essa situação, fará com que elas entendam que mesmo que não conheçam esse aluno, elas podem aprender muito com ele e criar um relacionamento bonito ao lado do.

Não espere por um único dia

Relatar casos de bullying assim que você os conhece é muito importante. Parar esta situação a partir do primeiro momento evitará que o problema se agrave ou será possível terminar um contexto que estava engatinhando desde o ano passado. Por esse motivo, o primeiro passo é eliminar o sentimento de medo produzido por apontar para o agressor.

Para criar essa confiança, da Fundação de Assistência a Crianças e Adolescentes em Risco, ANAR, as seguintes dicas são fornecidas:


- Estabelecer uma dinâmica de comunicação e confiança diária.

- Fale sobre o dia a dia e pouco a pouco introduza a questão do assédio se suspeitar que algo acontece com um parceiro, por isso não será a criança que inicia a conversa.

- Se a criança começar a conversa, os pais devem transmitir tranquilidade e calma enquanto controlam a situação.

- Transmitir confiança aos professores. Os próprios pais devem ser os primeiros a confiar nos professores para que os pequenos não sintam medo ao contar esses problemas às autoridades.

Damián Montero

Vídeo: COMO EVITAR EL BULLYING. No te dejes, reacciona y defiéndete


Artigos Interessantes

Semana 21. Gravidez semana a semana

Semana 21. Gravidez semana a semana

Foto: THINKSTOCK Aumentar a fotoMudanças físicas e psicológicas de mulheres grávidasVocê está na semana vinte e um. Se você ainda não sentiu os chutes e movimentos do seu bebê, tenho certeza de que a...

Semana 10. Gravidez semana a semana

Semana 10. Gravidez semana a semana

Você está na décima semana de gravidez e isso significa que você tem dois meses e meio de gravidez. Tem sido um tempo de mudanças constantes que agora serão aliviados enquanto outros surgem. Há...

5 truques para fazer sua maquiagem durar mais

5 truques para fazer sua maquiagem durar mais

Hoje existem diferentes tipos de bases de maquiagem no mercado. Compacto, líquido, creme, pau ... e todos prometem o mesmo: longa duração. E se nenhum deles mentir? E sim o segredo Não está no...

Ao sair da escola, tem alguém em casa?

Ao sair da escola, tem alguém em casa?

O sino do final das aulas soa e todos os alunos se lançam, em corrida maluca, em direção à saída da escola. É hora de lanche, desenhos animados, amigos e lição de casa. Mas, em alguns casos, ao sair...