Esteiras e figuras infláveis, dois perigos para as crianças na praia, de acordo com a OCU

O verão continua, a diversão continua e muitas famílias vão se apressar até o último dia para se divertir. Enquanto o bom tempo dura as fugas ainda são possíveis e um destino muito comum é a praia. Este cenário é sinônimo de verão e lá a diversão é garantida, desde que as regras de segurança que evitam acidentes.

De olhar para o estado da praia através das bandeiras para respeitar o tempo prudencial para evitar a digestão. Você também tem que levar em conta os objetos que são levados para a praia para evitar acidentes futuros. Um exemplo é o aviso feito pela Organização de Consumidores e Usuários, OCU, em esteiras e figuras infláveis. Itens que geralmente são vistos nas costas, mas que podem representar um perigo importante.


Eles não são itens de segurança

A primeira nota que é feita a partir da OCU é que esses objetos não são ferramenta de segurança para os pequenos. Como as mangas e outros flutuadores, eles são uma ajuda para que os menores possam estar na água e flutuando, mas não impedem o afogamento dos menores. Por isso, a recomendação é sempre usá-lo em áreas onde as crianças se levantem.

As crianças menores devem evitar usá-las em ambientes fechados, pois, no caso de uma mudança repentina na maré ou de uma alteração no vento, as crianças podem se afastar da costa ou despejar e ficar desamparado na água. Dada a possibilidade de cair do colchão ou figura insuflável, recomenda-se também que estes objetos nunca sejam utilizados sem a presença e vigilância de um adulto que possa ajudá-los em caso de acidente.


A OCU também alerta que todos os objetos considerados brinquedos aquáticos não precisam atender aos padrões básicos de flutuabilidade. Portanto, os pais devem ter em conta Os seguintes pontos:

- Colchões e figuras insufláveis ​​só devem ser usados ​​em áreas onde a criança suporta as solas dos pés na superfície sob a ágia.

- Eles nunca devem ser usados ​​no mar, pois a corrente poderia arrastá-los para dentro.

- Se medirem menos de 120 cm, os tapetes são considerados brinquedos. Não confie neles como superfícies nas quais flutuar com segurança.

- Cuidado para pular no brinquedo perto da borda da piscina: ele pode pular e bater contra o mesmo meio-fio; ou mesmo contra o fundo.

Segurança da água

Pensando em uma visita à praia antes do final das férias? São as datas concedidas no trabalho para os últimos dias de agosto? OCU lembra estes dicas de segurança antes de entrar na água:


- O salva-vidas, o melhor aliado. A presença de um salva-vidas é vital, tanto no mar quanto em uma piscina. A OCU recomenda evitar praias sem serviço de salva-vidas.

- Respeite as bandeiras. Devemos lembrar que uma praia com uma bandeira verde indica um mar calmo, sem correntes ou ondas grandes, ao contrário de uma bandeira vermelha, que proíbe o banho. A bandeira amarela, por outro lado, indica condições desfavoráveis ​​para o banho: cuidado e muita atenção aos menores.

- Embarque com segurança. Se você for velejar em um barco de recreio ou praticar esportes aquáticos, como esqui aquático, você deve usar um colete salva-vidas. E certifique-se de que os pequenos estejam sempre protegidos.

Damián Montero

Vídeo: Menina se mata descendo morro de skate


Artigos Interessantes

Solidariedade, a mais pesquisada no Google 2015

Solidariedade, a mais pesquisada no Google 2015

No final de cada ano, o Google publica sua lista "mais procurada", que inclui palavras, frases e perguntas. Os resultados desta pesquisa são para muitos a melhor referência para medir o pulso dos...

Fiat Type Station Wagon, funcionalidade mediterrânea

Fiat Type Station Wagon, funcionalidade mediterrânea

Não haverá mais lutas para sentar-se como copiloto ou na traseira do carro, o novo modelo Tipo faz com que todos os passageiros encontrem as melhores soluções para viagens em família.A última geração...

7 antídotos contra o consumismo

7 antídotos contra o consumismo

As circunstâncias econômicas colocaram muitos em uma dieta de consumo e muitas pessoas foram forçadas a reduzir suas despesas em face da precariedade de seu trabalho. A verdade é que consumimos mais...

Aprenda a usar o otimismo para prevenir doenças

Aprenda a usar o otimismo para prevenir doenças

É sempre melhor enfrentar um problema com otimismo isso com pessimismo. Ver o lado bom de tudo é um mecanismo que impede as pessoas de se juntarem à tristeza que vem ao lidar com os episódios mais...