Menos tempo na frente de telas, mais felicidade para os jovens

Felicidade é um estado de espírito que todos aspiram alcançar. Avós, crianças, idosos e jovens. Todo mundo gosta de se sentir bem e há muitas maneiras de consegui-lo. Desde a criação de um ambiente agradável para o desenvolvimento de todos os membros da casa, até atingir um objetivo, um objetivo fixo. Outra opção é se afastar das telas e focar mais no mundo real.

Isso se reflete em um estudo preparado por Monitorando o Futuro, que através de um levantamento longitudinal tem medido o impacto da expansão de novas tecnologias nas novas gerações. Uma investigação que mostrou como nos anos 90 o nível de auto-estima nos mais jovens cresceu até 2012, quando experimentaram um declínio drástico.


Chegada dos smpartphones

O que aconteceu para que de 2012 Essa queda na autoestima dos jovens será observada? Os pesquisadores destacam que neste ano, 50% dos norte-americanos, país em que este estudo foi realizado, já possuía um smartphone. Algo que fez com que novas gerações desenvolvessem outros tipos de atividades, como passar tempo em redes sociais, mensagens de texto ou aplicativos de jogos.

O aumento dessas atividades levou ao declínio de outras práticas, como esportes, interação interpessoal física, desempenho de funções ou participação em atividades dentro de sua comunidade. Os resultados do estudo mostraram que o grupo de adolescentes com maior nível de infelicidade foi aquele que consumiu mais de vinte horas de telas por semana.


Por outro lado, o grupo que mostrou a maior satisfação pessoal foi que eles tiveram uma interação física acima da média e um uso de redes sociais abaixo da média. Os autores deste estudo indicam que estes resultados não significam que existe um nexo direto de causa e efeito entre a felicidade e o uso de novas tecnologias, mas um correlação que deve ser levado em conta pelas famílias na organização das atividades de lazer de seus filhos.

Benefícios de atividades ao ar livre

Este estudo mais uma vez destaca as vantagens das atividades ar livre em vez de apostar em um estilo de vida mais sedentário. Os seguintes benefícios são indicados pelo Centro Nacional de Desenvolvimento Físico:

- Faz com que as crianças fiquem em forma, o que faz com que previnam problemas de saúde decorrentes do excesso de peso e estilo de vida sedentário.


- Seu sistema imunológico é favorecido pela exposição a agentes externos, o que ajuda no desenvolvimento de anticorpos que ajudarão a prevenir doenças.

- Eles conhecem o mundo ao seu redor, o que os ajuda a melhorar seu vocabulário (eles aprendem a nomear novos objetos) e sua cultura.

- Reduz os níveis de estresse. Estando fora das quatro paredes, a ansiedade é reduzida. Um ambiente aberto e verde sempre ajuda a reduzir essas tensões.

Damián Montero

Vídeo: A determinação para achar o sentido da vida: Eduardo Marinho at TEDxAvCataratas


Artigos Interessantes

Que tipo de personalidade nossos filhos têm

Que tipo de personalidade nossos filhos têm

Cada pessoa é como um floco de neve, não há dois exatamente o mesmo. Isso se reflete em um estudo da Universidade Carlos III de Madri que encontrou quatro tipos básicos de personalidade em que eles...