Decálogo para tornar seu filho uma boa sala de jantar

Você não pode evitar que o chocolate tenha um sabor melhor do que um prato de legumes cozidos ou que uma criança sempre prefira um saco de bugigangas a uma salada. É por isso que muitos pais se perguntam: como posso fazer para que meu filho comer bem? É uma das grandes batalhas no dia a dia em casa que muitas vezes termina em discussão com a qual se pretende levar a criança a tomar o "verde".

Portanto, do Associação Espanhola de Pediatria e Atenção PrimáriaAEPap oferece um decálogo que visa orientar os pais nesta clássica batalha que visa fazer com que os pequenos aprendam a comer bem e a manter uma boa alimentação:


Decálogo da boa sala de jantar

1. Uma dieta completa e equilibrada mantém a saúde e previne doenças. As crianças devem ser levadas a ver que, se comerem tudo, terão grandes vantagens, como ser mais fortes e sempre saudáveis, para que possam brincar e fazer o que quiserem.

2. Existem muitos sabores para descobrir. Por que perto apenas do conhecido? Se eles derem uma oportunidade, descobrirão pratos realmente saborosos de que irão gostar.

3. Cinco refeições por dia. Picar entre as refeições é uma má idéia, e sim, esperar do café da manhã até o almoço, por exemplo, pode causar fome que deve ser saciada. Para isso, nada melhor do que introduzir duas pequenas refeições entre as mais importantes do dia.


4. Pais também. As crianças aprendem com o que os pais fazem, se a dieta deles não for a melhor, a deles será a mesma. Tente que os pequeninos imitem boas ações à mesa.

5. Café da manhã. Uma boa maneira de incutir café da manhã em crianças é fazê-las ver que sem elas não terão energia para brincar no recreio ou aprender em sala de aula.

6. As alternativas Não force a criança a comer algo de que não gosta, mas procure alternativas. Não gosta de tomates? Bem, existem outras opções verdes no mercado que certamente serão do seu agrado.

7. Ensine o valor da comida em casa. Muitos anúncios fazem as crianças quererem comer franquias de fast food, antes que essa publicidade nada melhor do que destacar os valores do que é feito em casa.

8. Deixe que ele escolha. Por que não deixar a criança escolher o que ele quer comer? Se um menu é sempre imposto, ele tenderá a rejeitar a obrigação constante. Pedir e tentar adaptar sua decisão a uma perspectiva mais nutritiva não é uma má ideia.


9. Não, você não precisa comer tudo no prato. Uma vez que seu apetite é satisfeito, você não deve continuar a forçar a criança a continuar a comer, pois isso pode até causar algum dano nele.

10. Na mesa você come. O smartphone não é um bom companheiro na mesa, ou consoles portáteis ou outros dispositivos que distraem. A melhor maneira de evitar isso é não permitir isso desde a primeira hora e, é claro, pregar pelo exemplo.

Damián Montero

Vídeo: Entiende de verdad cómo funciona el Karma en tu vida diaria. El Karma Revelado - Denis Astelar


Artigos Interessantes

12 ideias que ajudam você a educar as crianças

12 ideias que ajudam você a educar as crianças

A educação é uma ciência e uma arte. Uma arte porque não há regras fixas e cada caso é diferente, cada circunstância é única, porque as pessoas são irrepetíveis. Mas, por sua vez, é uma ciência e,...

7 chaves para escolher carreira e futuro profissional

7 chaves para escolher carreira e futuro profissional

Depois do estágio escolar, os adolescentes têm o desafio de escolher o que querem fazer no futuro. Escolher carreira e futuro profissional é uma decisão difícil que, hoje, depende de muitos...