Observe seu bebê: você pode se afogar em apenas 2 centímetros de água

Você sabia que um bebê pode se afogar em 2 centímetros de água? A Associação Espanhola de Pediatria (AEP) recorda que "dois centímetros de água no fundo de um balde, banheira, piscina portátil ... e menos de dois minutos eles são o suficiente para um bebê se afogar ".

Por essa razão, os pediatras do PEA alertam para a necessidade de monitorar bebês em todos os momentos enquanto estiver na água ou brincando perto dela e esvaziando qualquer recipiente com água após o uso. Mas, além disso, eles alertam que o afogamento em crianças menores de 5 anos ocorre principalmente em piscinas particulares ou em comunidades privadas, e que bóias infláveis ​​e mangueiras geram uma sensação de falsa segurança e não são considerados dispositivos seguros.


Afogando-se em figuras

Na Espanha, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), os afogamentos representam 13% das principais causas de mortalidade infantil por ferimentos em crianças de 0 a 14 anos e é a segunda causa de mortalidade acidental após acidentes. tráfego.

A principal causa de afogamento em crianças menores de 5 anos é porque elas são mais independentes do que um bebê, isto é, eles se movem com agilidade e, portanto, eles podem escapar da supervisão do adulto ao qual é necessário acrescentar a particularidade de que eles não reconhecem as situações de perigo e que eles ainda não têm destreza na água no caso de cair nela.


A este respeito, o PEA recorda que foi demonstrado que cercar o perímetro completo da piscina pode reduzir as mortes por afogamento em 95% nesta faixa etária. É essencial notar que quando as crianças estão dentro ou em torno da água, elas devem estar sempre ao alcance e supervisionadas por um adulto.

No caso de crianças mais velhas que sabem nadar, o adulto experiente, ou o salva-vidas, deve observá-las sem perdê-las de vista, e sua atenção deve ser sempre direcionada para a criança ou crianças que estão na água, evitando situações que possam distraí-lo como falar ao telefone.

Aulas de natação desde o primeiro ano de vida

Aulas de natação e aprendizagem de habilidades de sobrevivência da água podem diminuir as taxas de afogamento em crianças. Há estudos que dizem que as classes iniciais entre 1 e 4 anos diminuem a taxa de afogamento. No entanto, os especialistas indicam que o ensino de aulas de natação para crianças pequenas ou aqueles que não adquiriram habilidades suficientes não impede o afogamento, nem fornece proteção completa, por isso é necessário manter a supervisão contínua.


Por outro lado, as crianças que não sabem nadar, sejam elas pequenas ou portadoras de deficiência, devem usar colete salva-vidas sempre que se banharem ou estiverem próximas à água. Bóias e mangas insufláveis ​​criam uma sensação de falsa segurança e não são considerados dispositivos seguros, lembrem os pediatras.

Proteger, alertar e ajudar (PAS)

No afogamento, a contagem de segundos, a velocidade com que a pessoa se afogando é removida da água e a velocidade com que as manobras de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) são estabelecidas são fundamentais. Nesse sentido, o treinamento em manobras de RCP para pais e filhos é uma medida eficaz.

Antes de um possível afogamento, o ideal é seguir o comportamento P.A.S (Protect, alert and help):
- Proteja a vítima, levando-o para um lugar seguro.
- Alertar os serviços de emergência.
- Ajude os feridos. Inicie as manobras de RCP, se necessário.

Ainhoa ​​Fernández. Associação Espanhola de Pediatria AEP

Vídeo: My Cardboard Boat Racing Experience


Artigos Interessantes

Jogos com os quais facilitar o retorno à escola

Jogos com os quais facilitar o retorno à escola

O De volta à escola já está aqui. O verão é dispensado, a escola reaparece no horizonte junto com as responsabilidades que um ano acadêmico implica para as crianças. Um momento que, embora esperado,...

Semana 23. Gravidez semana a semana

Semana 23. Gravidez semana a semana

Mudanças físicas e psicológicas de mulheres grávidasVinte e três semanas de gravidez já passaram. Semana após semana você tem notado todas as mudanças que acontecem em seu corpo pouco a pouco e...