Exercício na gravidez, uma boa ideia para mãe e bebê

Ficar em forma é uma missão que as pessoas devem cumprir no seu dia a dia. Mas há momentos em que você pode duvidar se é apropriado praticar ou não exercícios, como um estágio tão delicado quanto a gravidez. Pode uma mulher que está gestando uma nova vida realizar algum tipo de atividade física?

Não só pode, mas deve. Um estudo recente do grupo de pesquisa Atividade Física-Esporte em Populações Específicas, pertencente à Universidade Politécnica de Madri, encontrou evidências de que o exercício físico moderado tem benefícios importantes para a mãe e para o feto. Um novo passo que lança luz sobre a relação esporte-gestação, que tem "mais sombras do que luzes", como explica Rubén Barakat, membro deste grupo de pesquisa.


Melhorias em vários níveis

Segundo o professor Bakarat, nos últimos anos tem havido várias investigações focadas em como o exercício pode ajudar ou beneficiar a mãe e a criança. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer nesse sentido. Para tentar esclarecer o assunto, o Comitê Olímpico Internacional trabalha em conjunto com a Universidade Politécnica de Madri neste campo.

A intenção desta pesquisa é demonstrar com exercício moderado é seguro para a mãe e tentar encontrar possíveis benefícios dessas práticas para a mãe. Os primeiros resultados apresentados neste trabalho confirmam a hipótese de que a atividade esportiva suave na gravidez tem resultados positivos para as mulheres e para o feto.


Alguns benefícios que aparecem em diferentes níveis. Os pesquisadores descobriram melhorias nos níveis metabólico, cardiovascular e até psíquico ou emocional. Os responsáveis ​​pelo estudo apontam esse último benefício como muito importante, pois evita o surgimento da depressão pós-parto que afeta o processo de criação dos filhos, que, sem dúvida, é o primeiro beneficiado nesse aspecto.

Benefícios do esporte na gravidez

Como esta pesquisa indica, é um exercício moderado que traz benefícios para a mãe. A condição da mulher a impede de realizar atividades de alto desempenho. Nestes casos recomenda-se como pilates, nadar ou dar um passeio. É sempre aconselhável discutir a decisão de fazer algum esporte com o ginecologista para descartar essa possibilidade, caso haja algum risco.

No caso de praticar esportes, esses são alguns dos benefícios que a mãe recebe ao se exercitar durante a gravidez:


- Acalma o desconforto derivado do crescimento do bebê. Enquanto o bebê está ganhando peso, as costas da mulher suportam esses quilos extras e o esporte ajuda a tonificar essa área do corpo e a fortalecer a musculatura.

- Ajuda a mãe a descansar melhor após o exercício.

- Diminui as chances de depressão durante a gravidez ou no pós-parto

- Ajudar a controlar o peso durante a gravidez e reduzir os problemas decorrentes de quilos extras na gravidez.

- Reduz o risco de sofrer de doenças como hipertensão, diabetes ou parto prematuro devido à obesidade ou ganho excessivo de peso durante esse estágio.

Damián Montero

Vídeo: como emagrecer na gravidez


Artigos Interessantes

TDAH, o desafio de fazer amigos

TDAH, o desafio de fazer amigos

O que é diferente sempre causa alguma coisa de medo. Deixar a zona de conforto e saber algo diferente custa muito e é por isso que quando uma criança não se ajusta ao cânone normal, ela pode ser...

Jogo livre, porque é tão bom para as crianças?

Jogo livre, porque é tão bom para as crianças?

Vamos enfrentá-lo: temos medo do tempo livre. Parece muito com horror vacui no art. Isso nos dá a impressão de que, se por um tempo não temos nada a fazer, não estamos sendo produtivos e a...

Pais e novas tecnologias, você prega pelo exemplo?

Pais e novas tecnologias, você prega pelo exemplo?

Muitos pais são claros sobre as regras que devem ser passadas aos filhos em relação ao uso de novas tecnologias. Mas eles aplicam essa lei? Os adultos pregam pelo exemplo e aplicam o mesmo conselho...