Os riscos de brinquedos com conexão à Internet

O riscos de brinquedos com uma conexão com a Internet eles são vários e, no momento, tornaram-se um assunto controverso entre os pais por violar o direito à privacidade. Este é o caso da boneca Cayla e do robô i-Que, dois brinquedos inocentes a priori, mas que implicam um grande risco.

Conforme indicado pela Organização de Consumidores e Usuários, OCU, ambos os produtos têm conexão à Internet e apresentam falhas importantes que permitem o acesso de outras pessoas, tornando possível o ataque à privacidade de menores.

Falhas na segurança de brinquedos com conexão à Internet

Esses dois casos foram objeto de estudo pelo Conselho Norueguês de Consumidores, Forbrukerradet, que demonstrou como o controle desses brinquedos pode ser acessado pelo aproveitamento de sua conexão. Quando o hacker Consegue estabelecer uma conexão com estes produtos, a privacidade da criança está em perigo.


Desta forma, aqueles que acessam o controle desses brinquedos através de sua conexão com a Internet podem gravar conversas com crianças e até conversar com eles, fazendo com que o boneco diga as palavras. Uma ferramenta muito perigosa que pode causar a criança está conversando com um estranho sem perceber e sem os pais têm provas disso, já que é a figura quem realmente fala.

Dicas de segurança para brinquedos com conexão à Internet

Nestes casos, torna-se evidente a necessidade de estabelecer algumas regras básicas para evitar estes problemas derivados da ligação à Internet de brinquedos com uma ligação à Internet.


1. Você tem que saber sobre os limites deste produto e se por exemplo tem elementos ou câmeras para interagir com o menor e que no caso de hackear pode permitir que o pedófilo tire fotos das crianças.

2. Aceite que estes brinquedos requerem mais atenção do que o resto. Teremos que monitorar as conversas que a criança tem com aqueles bonecos que têm uma conexão com a Internet para verificar coisas estranhas como a criança dizendo onde ele mora ou em que parque ele joga, pois isso pode significar que ele está falando com uma pessoa real. intenções perigosas.

No que diz respeito a presentes de outros produtos com uma conexão à internet, como smartphones e tablets, uma série de prevenções também deve ser levada em conta:

1. Decida se a criança realmente precisa desses produtos. Talvez ainda não seja hora de dar um desses dispositivos móveis para as crianças e temos que esperar um pouco mais para poder concedê-los.


2. Definir filtros de acesso como senhas que dificultam o acesso remoto de hackers.

3. Instale programas que impeçam a entrada de vírus e outros programas de Trojan que violam a segurança do dispositivo.

4. Leve em conta o conselho como Nunca fique nu na frente da câmera do celular, computador ou tablet, pois pode estar sendo manipulado por outra pessoa que vale a pena desta função para tirar fotos sem o consentimento.

Damián Montero

Vídeo: GLOBONEWS ESPECIAL-Comportamento perigoso dos adolescentes se multiplicam na internet


Artigos Interessantes

Dicas para escolher o nome do bebê

Dicas para escolher o nome do bebê

Você está esperando por um bebê e ainda não sabe qual nome colocar? Escolher o nome de nossos filhos nem sempre é uma tarefa simples. Existem inúmeros guias na Internet que podem nos inspirar, mas o...

Trauma: o que pode causar um trauma e por quê?

Trauma: o que pode causar um trauma e por quê?

Todos, em maior ou menor medida, mais ou menos conscientemente, vivemos situações que deixaram sua marca em nós. O problema aparece quando esse traço nos impede de levar uma vida normal, nos causa...

A venda de livros infantis ressurge

A venda de livros infantis ressurge

O que você dá a ele? Entre as propostas de presentes para nossos filhos, os melhores são sempre educativos e, dentro deles, os livros. Um pensamento que cada vez mais se estende entre os pais, pelo...