Criatividade na infância promove empreendedorismo

O criatividade É uma forma de expressão com inúmeros benefícios, que deve começar a trabalhar com crianças de pequeno porte. Embora, em princípio, pareça ser criativo, é necessário ter um talento inato, a criatividade é a maneira que temos de nos expressar usando a imaginação. Uma arte que é a base do empreendedorismo.

Diversos estudos vincularam a capacidade empreendedora à criatividade, de modo que, ao promover a criatividade, é possível dar às crianças as ferramentas que as ajudarão em sua futura colocação profissional. "A concorrência na criatividade está crescendo devido à globalização e às demandas da sociedade atual, todos os novos empregos que estão surgindo, a demanda criatividade"diz Ana Marsá, vice-diretora da Escola Européia de Madri e da BEBIN Children's School.


Como funciona a criatividade das crianças

A creatividade, mais do que um presente inato, funciona como um músculo que precisa ser exercitado para que se desenvolva. As crianças que estimulam a criatividade têm algumas características comuns, traços de uma pessoa criativa: são muito curiosas, gostam de saber o porquê e o modo das coisas e acham fácil imaginar.

Existe uma grande variedade de atividades e exercícios para trabalhar com a criatividade das crianças tanto em casa quanto na escola. Especificamente, na escola, é possível aumentar a criatividade com atividades artísticas, como música, artes plásticas e robótica, entre outras, mas também podemos implementar outras abordagens.


Como dar uma abordagem criativa e empreendedora no dia a dia

1. Permita que as crianças cometam erros. Perceber os próprios erros de alguém para corrigi-los é essencial para a criança encorajar sua criatividade. Precisamente, a busca de soluções é para as crianças a melhor maneira de adquirir um bom aprendizado para resolver problemas.

2. Aprenda a investigar. É a melhor maneira de as crianças aprenderem a documentar um tópico proposto. É conveniente dar-lhes algumas orientações de antemão e dar-lhes algumas pistas para que saibam onde procurá-las, para que possam ser documentadas da maneira mais apropriada.

3. Dê vida a uma história. Com um par de palavras-chave, as crianças podem imaginar uma história ou uma história, que pode ser traduzida em desenhos no papel para contar de forma gráfica. Dessa forma, eles favorecem e desenvolvem sua criatividade, em outro nível, que não é a linguagem verbal.


4. Crie uma mini-empresa. De que? O que eles mais gostam Uma confeitaria, brinquedos ... Imaginando a sua própria empresa como um jogo, onde todos têm o seu papel, o seu papel de chefe, por exemplo, e os bonecos, os seus empregados. O jogo simbólico pode ajudar muito o desenvolvimento da criatividade empresarial nas crianças.

Marisol Nuevo Espín
Conselho:Ana Marsá, vice-diretor da Escola Europeia de Madrid e da Escola Infantil BEBIN

Vídeo: Café Economia Criativa - Léo Feijó


Artigos Interessantes

AEP publica seu guia prático para pais on-line

AEP publica seu guia prático para pais on-line

A Associação Espanhola de Pediatria AEP coloca nas mãos de todas as famílias um Guia prático para pais, desenvolvido em colaboração com Dodot, que pretende ser um livro completo de consulta das...