36% das crianças espanholas vivem em risco de exclusão social

A Espanha apresenta sérias desigualdades em relação ao bem-estar geral das crianças, de acordo com o relatório Equidade para as crianças. O caso da Espanha, que acaba de apresentar o Comitê Espanhol da UNICEF. Essa desigualdade afeta o 36% das crianças espanholas que vivem em risco de pobreza ou exclusão social. Nesta edição, número 13, é abordada a desigualdade no bem-estar das crianças em 41 países, baseada em quatro variáveis: renda, educação, saúde e satisfação com a vida.

Com este relatório, o Comitê Espanhol do UNICEF pretende trazer à luz a realidade social de um importante grupo social que está se mantendo longe do bem-estar, segurança e oportunidades desfrutadas pelo resto da sociedade. Especificamente, crianças e jovens são o grupo mais afetado, como resultado da crise econômica,

36% das crianças vivem em risco de pobreza

O número de crianças e jovens que vivem em risco de pobreza ou exclusão social é atualmente de 36%. No entanto, a Espanha é um dos países que está fazendo menos para aliviar esta situação. Segundo o relatório da UNICEF, "a Espanha é o país da União Europeia que menos percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) dedicado a prestações pecuniárias para as famílias e crianças: 0,5%, menos de um terço da média europeia Também está entre os países que gastam menos em proteção social para as crianças e suas famílias, com 1,4% do PIB, em comparação com 2,3% em média na UE ou 3,7% na Dinamarca, 3% da Irlanda ou 2,5% da França ".


"A capacidade do Estado espanhol de reduzir a pobreza e a desigualdade na infância tem sido bastante limitada até hoje", diz Maite Pacheco, diretora de Políticas de Conscientização e Infância do Comitê Espanhol da UNICEF. "Houve pouco investimento em proteção social e o pouco que houve não produziu resultados suficientes".

Consequências do desnível de desigualdade

A desigualdade social, especialmente quando afeta crianças, tem uma série de conseqüências e desvantagens negativas para as famílias e seus filhos:

1. Crianças de famílias com menos recursos Eles têm mais dificuldades em acessar educação, saúde e moradia.

2. Seu emprego futuro é incertodevido à falta de recursos para acessar uma preparação adequada.


"Não há possibilidade de cumprir os direitos das crianças se não houver um esforço determinado dos governos para reduzir a lacuna que separa algumas crianças de outras", diz Carmelo Angulo, presidente do Comitê Espanhol da UNICEF. "Abordar as desigualdades sociais que afetam as crianças deve ser um elemento chave em todas as políticas relacionadas às crianças e seu bem-estar econômico, social e emocional".

Nas áreas da saúde, a Espanha ocupa 10 dos 35, e na educação, onde se classifica 12 dos 37, os dados mais otimistas são vislumbrados.No entanto, em termos de satisfação da vida das crianças, a desigualdade tem crescido na nos últimos anos, e afetou especialmente dois grupos: as meninas e o coletivo de crianças migrantes.

Medidas para lutar contra a desigualdade em crianças

O relatório destaca as medidas positivas que foram realizadas, como a aprovação do II Plano Estratégico para Crianças e Adolescentes 2013-2016, o Plano Nacional de Ação para a Inclusão Social e a implementação do Fundo Extraordinário para a Pobreza. Infância e o Plano Abrangente de Apoio à Família. No entanto, dada a magnitude deste problema, os 48 milhões de euros com os quais o Fundo contra a Pobreza Infantil é dotado são muito escassos. O Comitê Espanhol do UNICEF estima que o investimento em políticas da infância por todas as administrações públicas por criança diminuiu em mais de 6,3 bilhões de euros entre 2010 e 2013.


Entre as medidas propostas pelo UNICEF no relatório para reduzir a desigualdade infantil estão:

- Benefício por criança de 1.200 euros por ano, começando pelas famílias com menos renda.

- Bolsas de estudo, apoio educacional e educação de 0 a 3 anos acessível a todos e gratuito para famílias com menos recursos.

- Garantir o acesso universal à saúde e os remédios.

- Faça um barômetro de infância.

- Melhorar indicadores e monitoramento público da desigualdade, especialmente a da infância.

Marisol Nuevo Espín

Vídeo: Luis Kehl: Uma Breve Historia das Favelas


Artigos Interessantes

Trabalhe paciência com a família

Trabalhe paciência com a família

O paciência É uma virtude difícil de alcançar, mas fácil de perder. Situações estressantes podem exceder qualquer um, até mesmo adultos. Um exemplo claro é pedir constantemente a uma criança que se...

Ford apresenta a nova galáxia

Ford apresenta a nova galáxia

A empresa americana Ford apresentou o novo Galaxy, modelo que incorpora um design atualizado, grande espaço interior e notícias em termos de equipamentos tecnológicos, além de um capacidade para sete...