Dependência emocional do casal: seus perigos

Ame esse sentimento bonito, aquela emoção que pode com tudo e que nos faz sentir bem e nos mantém unidos à pessoa que amamos. Mas o que acontece quando a afeição vivenciada no casal, a relação que começa amorosamente, se torna um dependência afetiva, em uma necessidade de estar com o outro, de modo a não se sentir sozinho ou mal sucedido em nossa vida social?

Dependência emocional do casal

O Dependência emocional é um tipo de apego excessivo em relação à outra pessoa. Esse apego excessivo pode ocorrer em qualquer relacionamento humano e, portanto, também no casal. De fato, é o seio do casal onde esse padrão de dependência, de apego excessivo, é mais frequente.


Causas de dependência emocional do casal

1. Dependência surge por causa da necessidade de ser amado. Mas se procurarmos o que está por trás dessa necessidade, encontraremos baixa auto-estima. Quem ama pouco, precisa que os outros o amem, se sintam dignos de amor. Ter um parceiro é a maior prova, para si mesmo, de que alguém é digno de amor. O casal é alguém que não é da família de origem, alguém que não teria que me amar, mas ele me ama porque ele escolhe. Graças a isso, posso provar para mim mesmo que sou digno de amor. E isso alimenta, pelo menos aparentemente auto-estima.

2. Dependência emocional se torna um labirintonuma prisão da qual é difícil sair porque muitas vezes é confundida com amor verdadeiro. Porque recebemos mensagens diferentes frutos do mito do amor romântico que nem sempre são fáceis de interpretar: por um lado nos ensinam que devemos lutar pelo amor e pelo casal, por outro lado nos dizem que todo relacionamento passa por diferentes estágios de amor. ..

3. Dependência emocional se alimenta de convenções sociais e culturais. Vivemos em uma sociedade em que somos bombardeados com a mensagem de que ter um parceiro é bom, é o que é necessário para ser feliz. De nossos parentes mais próximos, para nossos amigos, passando por diferentes meios ... Chegar a uma idade solteira ou solteira não é bem visto socialmente, ser um "solteiro" ou uma "velha empregada" (o mesmo termo já tem uma conotação negativa) é sinônimo de falha. Socialmente, insistimos na idéia de que ter um parceiro é sinônimo de sucesso e felicidade.


Os perigos da dependência emocional do casal

Dependência emocional é um grande inimigo para qualquer relacionamento de um casal. O amor deve ser baseado em uma escolha livre e não em uma necessidade de estima. Quando a dependência emocional aparece, em muitos casos o amor é destruído e as conseqüências são muito negativas para ambos os membros.

- Dependência emocional nos mantém em relacionamentos disfuncionais.

- Dependência emocional é a causa de muitas pessoas ficarem em relacionamentos que nos fazem felizes. E como resultado disso, eles sofrem um desconforto emocional importante.

- Dependência emocional contribui para padrões disfuncionais como infidelidades.

- Dependência emocional leva a outros problemas de natureza mais grave como a violência no casal, os maus-tratos, etc.


Como podemos agir em face da dependência emocional do casal?

Dependência emocional do casal É o resultado de mitos sociais derivados do amor romântico e, portanto, é assunto de todos.

- É muito importante que todos nós mudemos nossa mentalidade e paremos de insistir em nossos amigos ou membros solteiros da família.

- A mídia tem um papel muito importante, para transmitir valores culturais que mostram diferentes tipos de amor, que não são baseados na dependência.

- Cada um em um nível pessoal, analise seus valores e princípios, essas crenças fortemente enraizadas em relacionamentos de relacionamento. Talvez tenha chegado a hora de questioná-lo, de nos perguntarmos o que é verdadeiro e, acima de tudo, por que acreditamos neles como verdades universais?

- Acima de tudo, não se trata de nos separar de nossos parceiros para a primeira complicação, mas de aprender a reconhecer dependência emocional e querer sem depender. E não manter relacionamentos que não são bons por causa da dependência.

Celia Rodríguez Ruiz. Psicólogo clínico em saúde. Especialista em pedagogia e psicologia infantil e juvenil. Diretor de Educa e Aprenda. Autor da colecção Estimular os Processos de Leitura e Escrita.

Vídeo: Dependencia emocional por Covadonga Pérez-Lozana PARTE 1


Artigos Interessantes

10 chaves para incentivar a leitura em seus filhos

10 chaves para incentivar a leitura em seus filhos

O lendo Tem benefícios infinitos, especialmente se for um hábito que é cultivado desde cedo. A leitura fortalece a imaginação, ajuda a criança a aprender, a se divertir sozinha e favorece nossa...

O desafio de aprender a estar no berço

O desafio de aprender a estar no berço

A educação das crianças pode começar desde o primeiro dia da vida do bebê. O berço É um ambiente perfeito para incentivar alguns hábitos educacionais, embora às vezes os pais acreditem erroneamente...