Evite que as crianças assistam televisão antes de irem para a escola

Seus filhos acordam de manhã e a primeira coisa que fazem é colocar o televisão ou ir ao seu telefones celulares ler suas mensagens atrasadas? Se assim for, eles estão fazendo errado. Um especialista recomenda proibir que as crianças usem telas pela manhã antes de ir à escola, porque isso garante que elas pioram sua concentração.

A psicóloga clínica britânica Linda Blair argumenta que os pais devem evitar que seus filhos usem smartphones ou assistam à televisão desde que se levantaram, porque esses instrumentos pioram sua concentração.

Como defendeu em uma palestra coletada pela BBC britânica, até os professores devem enviar menos tarefas que precisam do uso de computadores, e a razão é a mesma: as telas desconcentram as crianças, então envie tarefas que exijam computadores eles acabam se cansando mais.


Os efeitos das telas nas crianças

Este especialista em psicologia garante que os computadores e outros ecrãs emitem uma espécie de luz azul que reduz os níveis de melatonina nas pessoas, uma substância que produz o corpo e ajuda-o a descansar enquanto dorme. Também garante que a luz das telas aumenta os níveis de cortisol, um hormônio que dificulta a concentração.

Por esse motivo, a primeira medida proposta por Blair é que os pais devem dar o exemplo e também reduzir o tempo que gastam em computadores, smartphones e televisão.

Proibição do uso de dispositivos

A psicóloga, que confessou estar chateada porque muitas escolas estão apostando em tarefas de casa por meio de dispositivos tecnológicos, disse que gostaria que elas não o fizessem. Nesse sentido, ele reconheceu que talvez a medida para limitar o uso de smartphones "não seja muito popular", mas defendeu que isso beneficiaria as crianças.


"Eu encorajo as pessoas a tentarem por um par de dias", insistiu Blair, que enfatizou que as famílias devem estabelecer alguma hora do dia para estar com a família e esquecer este tipo de dispositivos.

Os jantares, de acordo com esse especialista, são o momento perfeito: a oportunidade de conversar um com o outro sobre como o dia passou, como todos estão se saindo e, é claro, se o celular está longe da mesa e sem som. É hora da família!

Presumivelmente, se houver adolescentes em casa, eles vão reclamar se não puderem usar o celular enquanto comem ou comem, mas, como assegura o psicólogo, "eles vão agradecer mais tarde".

A última recomendação de Blair durante sua palestra é clara: os pais devem colocar limites nas crianças, especialmente no uso de dispositivos móveis: "as crianças têm que aprender a usar esses dispositivos e controlá-los", disse ele, incentivando os pais a serem grave nesses aspectos para alcançar um objetivo maior que, segundo defende, as crianças irão apreciar a longo prazo.


Angela Bonachera

Vídeo: RITUAL DO JEFF THE KILLER


Artigos Interessantes

Dicas para escolher o nome do bebê

Dicas para escolher o nome do bebê

Você está esperando por um bebê e ainda não sabe qual nome colocar? Escolher o nome de nossos filhos nem sempre é uma tarefa simples. Existem inúmeros guias na Internet que podem nos inspirar, mas o...

Trauma: o que pode causar um trauma e por quê?

Trauma: o que pode causar um trauma e por quê?

Todos, em maior ou menor medida, mais ou menos conscientemente, vivemos situações que deixaram sua marca em nós. O problema aparece quando esse traço nos impede de levar uma vida normal, nos causa...

A venda de livros infantis ressurge

A venda de livros infantis ressurge

O que você dá a ele? Entre as propostas de presentes para nossos filhos, os melhores são sempre educativos e, dentro deles, os livros. Um pensamento que cada vez mais se estende entre os pais, pelo...