Segredos para tirar boas notas: nem tudo é estudar

Para tirar boas notas É essencial estudar, mas isso não é tudo. Além disso, para dedicar tempo ao estudo, devemos estudar com critérios, ou seja, aplicar técnicas de estudo que nos permitam aproveitar ao máximo o tempo gasto e a nossa capacidade, mas também sermos organizados, ter motivação suficiente e ter uma boa auto-estima. entre outras coisas, é fundamental.

Fatores que influenciam positivamente o desempenho escolar

Estes são alguns aspectos fundamentais que estão diretamente relacionados boas notas dos alunos e é assim que os pais podem ajudar nossos filhos. Anote:

- Dedique o tempo diário a cada criança e pergunte: Que tal a escola, o que você fez, o que o preocupa, etc., para motivá-lo com boas notas?


- Explicar e discutir tarefas diárias. Não faça isso por ele, nem estude com ele, mas resolva suas dúvidas e peça-lhes as lições.

- Crie um bom clima e compreensão em casa, especialmente entre os pais.

- Promover auto-estima elevada em seus filhos. Descubra se seu filho tem um problema pessoal, com amigos, com professores.

- Crie um ambiente de estudo em casa, isso requer uma ação sistemática e perseverante que leve em consideração desde o lugar e o condicionamento até o plano de trabalho, a programação, o silêncio.

- É essencial dormir e coma bem.

- Organize. Ser organizado, manter uma agenda, fazer um planejamento de tópicos, horas e dias de estudo antes dos exames, ajuda muito.


- Ter um relacionamento e comunicação com o tutor.

- Vamos ver que estamos animados com o nosso trabalho, que não desperdiçamos nosso tempo com a televisão enquanto eles fazem o dever de casa, que também queremos aprender. Os pais são para os filhos, a referência e o modelo a seguir, um modelo que só será operativo enquanto a criança desenvolver uma personalidade própria.

10 propostas para tirar boas notas

É assim que a família pode ajudar no desempenho escolar das crianças.

1. Dedicar mais ajuda direta aos pais de estudantes com alto risco de fracasso escolar, em vez de alocar recursos supostamente para melhorar a qualidade do ensino através de mais computadores ou menos alunos por professor. Essas ajudas seriam baseadas em professores particulares, aulas especiais, etc.

2. Permitir que famílias economicamente desfavorecidas escolham uma escola.


3. Incentivar a leitura. Compreensão de leitura é fundamental para o desempenho acadêmico. Um bom nível de leitura favorece o aluno a aproveitar o tempo dedicado ao estudo e, portanto, ser mais eficiente.

4. Promover a realização de atividades culturais dentro da família e da escola. A frequência com que o aluno realiza atividades culturais, como ir ao teatro ou a concertos de música clássica, influencia positivamente o desempenho acadêmico.

5. Subsidiar a compra de material educativo em famílias sem recursos.

6. Incentivar atividades científicas.

7. Maior envolvimento dos pais no funcionamento da escola e no aprendizado de seus filhos.

8. Informar a família do nível de conhecimento de seu filho em relação a outras crianças, outras escolas e outras cidades.

9. Reconciliação do trabalho e vida familiar.

10. Demanda por políticas para ajudar a família.

Dicas para relacionar a cultura com assuntos

- Pelo menos uma vez a cada dois meses, pode ser positivo incentivar certas atividades, como ir a museus, teatro, etc.
- Lembre-se, você tem que ler uma atividade fundamental. A pesquisa da Family Action Foundation mostra mais uma vez que é vital para o desempenho escolar.
- Os elogios e as mensagens positivas são os melhores prêmios, mais do que bens materiais, embora um pequeno incentivo não seja ruim se as notas finais tiverem sido boas.

Lembre-se: temos que propor empurrar o estudo sem ser notado, sem palestras, valorizando o esforço e a dedicação das crianças mais do que seus resultados. Devemos destacar seu progresso (mesmo que eles não atinjam as expectativas dos pais) e não definir metas muito altas.

Maite Mijancos. Conselheiro familiar

Vídeo: SEGREDOS PARA TIRAR NOTA 10 NAS PROVAS E NUNCA REPROVAR #3 ‹ Morgana Santana ‹ Morgana Santana ›


Artigos Interessantes

Eduque em sentimentos

Eduque em sentimentos

Javier Urra Psicólogo e primeiro defensor infantilSomos treinados na aprendizagem do conhecimento, mas em que mais é necessário educar? "O conhecimento começa com sensibilidade" (Eliot). É...

Criatividade na infância promove empreendedorismo

Criatividade na infância promove empreendedorismo

O criatividade É uma forma de expressão com inúmeros benefícios, que deve começar a trabalhar com crianças de pequeno porte. Embora, em princípio, pareça ser criativo, é necessário ter um talento...

97% dos pais incentivam atividades extracurriculares

97% dos pais incentivam atividades extracurriculares

O atividades extraescolares eles são o complemento perfeito para a educação acadêmica das crianças. Eles ocupam o tempo de lazer e a lição de casa, mas são muito positivos para as crianças, de modo...