Relacionamentos à distância

O relacionamentos remotos dos pares eles estão se tornando mais freqüentes. Na era da comunicação e do transporte, é muito mais fácil estabelecer relações com pessoas que moram longe de nós, às vezes a grandes distâncias. A tecnologia atual também nos ajuda a sobreviver em um relacionamento de longo prazo, pois é mais fácil manter contato.

Os avanços tecnológicos possibilitam encurtar as distâncias e possibilitar a comunicação, quase direta entre as pessoas, o que tem ajudado a proliferar as relações à distância. Relacionamentos à distância, embora baseados nos mesmos pilares de qualquer relacionamento convencional, supõem um tipo especial de relacionamento, com características que podem ser uma dificuldade e, ao mesmo tempo, uma vantagem.


O relacionamento do casal é uma das relações mais fortes e especiais estabelecidas entre as pessoas. Estabelecer um vínculo de casal supõe uma mistura de sensações e emoções muito intensas; onde paixão, compromisso, intimidade, confiança se misturam e onde um projeto comum é gerado, sonhos são nutridos e expectativas são criadas.

Traços característicos de relacionamentos de longo prazo

Relacionamentos à distância sempre existiram, no entanto, hoje em dia, com a grande mobilidade que eles multiplicaram. Cada relacionamento é diferente e terá seus padrões específicos, cada uma das relações do casal à distância terá suas características específicas, mas podemos apontar algumas características definidoras de um tipo geral:


1. Relacionamentos entre casais à distância representam um ausência do amado.

2. Esse tipo de relacionamento supõe a necessidade maior independência de cada um dos membros do casal.

3. Cada membro do casal tem o seu local de residência, as suas amizades, o seu trabalho e a sua dia a dia organizado.

4.   Você percebe o tempo juntos de maneira diferente, como algo perecível, algo finito e, portanto, tende a ser usado mais e melhor que o tempo.

5.   A confiança é fundamental em qualquer relacionamento e, especialmente para relacionamentos de longa distância, onde é necessário que cada um dos dois membros do casal mantenha suas vidas.

6. Por vezes, é normal que surjam dúvidas e que as situação é muito difícil.

7. A distância entre os membros do casal pode tornar-se um dos grandes obstáculos para o sucesso do relacionamento.


A influência da ausência da outra pessoa no vínculo afetivo

As relações entre as pessoas exigem uma proximidade necessária para a criação e manutenção do vínculo afetivo e emocional. No entanto, essa proximidade mais do que física é uma proximidade emocional. De tal forma que podemos desenvolver um vínculo forte mesmo à distância, se mantivermos uma proximidade emocional.

Há muitas ocasiões em que a proximidade física, cobre e esconde as carências emocionais de um relacionamento. Nestes casos, ao separar-se fisicamente, o vínculo se desvanecerá pouco a pouco, já que não é sustentado por uma verdadeira proximidade emocional.

A ausência da outra pessoa tem uma grande influência no vínculo afetivo, mas somente quando está ausente é emocional. Portanto, não é tanto a distância física, a distância no espaço quanto a distância que separa os corações.

A relação do casal à distância: desvantagem ou vantagem

O relacionamento do casal à distância pode se tornar um verdadeiro desafio para alguns casais. A distância, nesses casos, torna-se um obstáculo, nem sempre seguro para todos os casais. No entanto, a distância também pode ser uma grande vantagem para muitos outros casais. Um estudo recente de Crystal Jiang (Universidade de Hong Kong) e Jeffrey Hancocj (Universidade de Cornell) mostrou que os relacionamentos de longo prazo podem ser ainda mais bem-sucedidos do que outro tipo de relacionamento mais convencional.

O relacionamento do casal à distância, quando é sustentado e nutrido pela proximidade emocional, ajuda o vínculo a se tornar saudável e forte. Nem sempre ter a possibilidade de ver o casal contribui para um tempo de maior qualidade em comum. A presença do outro torna-se motivo de alegria e permanece, desta forma a ilusão do primeiro dia. Em uma tentativa de manter a comunicação fluida e superar as barreiras da distância.

Dicas para sobreviver a um relacionamento de longo prazo.

1. Tente estabelecer uma proximidade emocional em vez de física. Às vezes podemos ter alguém ao nosso lado e ainda estar muito longe. É sobre fazer o oposto de estar perto, estar longe. Para isso, é conveniente cuidar da privacidade e do compromisso de cultivar e manter o amor.

2. Manter a comunicação fluida e eficaz é essencial. Não se trata apenas de falar, mas de contar e ouvir. Compartilhe com o outro nossas emoções, se estivermos tristes, se estivermos felizes, preocupados ou nervosos, etc.

3. Aprenda a aproveitar seu tempo. Ter tempo para si mesmo e manter a independência do casal não é uma coisa negativa. Contribui para o desenvolvimento pessoal

4. Faça a outra pessoa se sentir especial e assim, cuida de suas percepções e interpretações.

5. Cuide da confiança. A falta de confiança é um dos maiores obstáculos nas relações de longa distância. A confiança é um projeto comum e uma das bases nas quais o relacionamento é baseado. A confiança é alcançada com sinceridade.

6. Mantenha um contato diário, para isso você pode usar as novas tecnologias, internet, telefonia móvel, etc.

7. Tente, tanto quanto possível, manter contato freqüente (todos os finais de semana, a cada 15 dias, uma vez por mês, etc ...), os olhares, carícias, abraços, beijos, sexualidade ... são fundamentais. A distância e o fato de poder estabelecer contato físico com o casal quando se quer, pode ajudar a aumentar a paixão.

Celia Rodríguez Ruiz. Psicólogo clínico em saúde. Especialista em pedagogia e psicologia infantil e juvenil. Diretor de Educa e Aprenda. Autor da colecção Estimular os Processos de Leitura e Escrita.

Vídeo: A verdade dos relacionamentos à distância!!


Artigos Interessantes

Que tipo de personalidade nossos filhos têm

Que tipo de personalidade nossos filhos têm

Cada pessoa é como um floco de neve, não há dois exatamente o mesmo. Isso se reflete em um estudo da Universidade Carlos III de Madri que encontrou quatro tipos básicos de personalidade em que eles...