O casamento como uma ferramenta para prevenir o AVC

Encontrar a pessoa certa e formar um parceiro com ela é um dos mais belos eventos que qualquer pessoa pode experimentar. Dar com o amor assegura um companheiro para toda a vida em que se pode confiar e junto a isso formar uma família. Há muitos benefícios oferecidos pelo casamento, tanto emocionalmente como fisicamente, como demonstrado pelo estudo do Instituto Karolinska.

Os resultados deste estudo, publicado no European Journal of Preventive Cardiology, mostram que casamento Pode ser uma ferramenta válida quando se trata de prevenir problemas tão sérios quanto um ataque cardíaco ou um derrame. Além disso, aquelas pessoas que ficam com seus parceiros têm uma chance maior de sobrevivência no caso de passar por essas condições.


Menos estresse e mais apoio

Este estudo levou em consideração os dados 29.226 sobreviventes para um ataque cardíaco. Os responsáveis ​​por este estudo revisaram seu estado civil. Dessa forma, eles puderam verificar que a maioria dessas pessoas era casada e a taxa de pessoas que superaram esse episódio cardíaco foi menor que as demais. Desta forma, o casamento é apresentado como um possível instrumento para a prevenção de ataques cardíacos ou derrames.

A explicação? Essas pessoas em pares arrastam um menos estresse já que realizam menos atividades e têm apoio em suas responsabilidades. Uma carga menor é traduzida em uma ansiedade que não faz com que esses problemas apareçam. Por outro lado, ter uma pessoa próxima em situações perigosas torna mais possível pedir ajuda na hora desses ataques.


Agir rapidamente nestes casos significa uma maior possibilidade de sobreviver para esses ataques quando eles acontecem. No entanto, os responsáveis ​​por esta pesquisa enfatizam que esses dados devem ser tomados com cautela, pois outros fatores também foram relacionados a um menor risco de sofrer ataques cardíacos e derrames, como o nível de estudos dos pacientes.

Impedir ataque cardíaco

Embora o casamento seja apresentado como uma ferramenta de prevenção de ataque cardíaco e derrame, existem muitos outros mecanismos para manter esses problemas ausentes. Aqui estão algumas dicas para isso:

- Adeus à vida sedentária. Menos sofá e mais exercício, mantendo o coração saudável, ajuda a reduzir o risco de ataque cardíaco.

- Cuide da comida. O colesterol tem muito a dizer sobre o risco de ataque cardíaco. Tente colocar de lado gorduras e apostar no verde vai ajudar o coração a não sofrer.


- Adeus ao tabaco. O tabaco nunca é um bom convidado no caso. Parar de fumar será um grande benefício para a pessoa e seus familiares evitarem a exposição ao fumo.

- Exame médico. Não vá ao médico apenas quando dói, uma visita periódica para ver o estado de saúde vai deixar você saber se o risco de ataque cardíaco é alto ou baixo.

Damián Montero

Vídeo: Sequelas do AVC - Tratamento de Sequelas do AVC


Artigos Interessantes

Dores causadas por novas tecnologias

Dores causadas por novas tecnologias

O estilo de vida atual, associado ao uso de novas tecnologias, aumentou o número de dores associadas com o uso do smartphone, o teclado do computador, o uso do controle remoto ... Alguns deles são...

5 praias das Astúrias ideais para famílias

5 praias das Astúrias ideais para famílias

Ao escolher uma praia para passar umas agradáveis ​​férias em família, os fatores a serem levados em conta ao tomar uma decisão não são os mesmos se estivermos acompanhados por crianças. Neste caso,...

É assim que os jovens mudaram nas últimas décadas

É assim que os jovens mudaram nas últimas décadas

Os tempos mudam e com eles os membros da sociedade. A maioria dos pais vai ver isso nos filhos e como eles parecem ser muito diferentes do que eram. Mas, até que ponto hoje difere dos anos passados?...